SALVE UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

FAÇA SUA ADOÇÃO AGORA!

Sobre a AVA-MT

Fundada em 2003 a Associação Mato-Grossense Voz Animal é uma Sociedade Civil sem fins lucrativos, que atua em Cuiabá e Várzea Grande, destinada a conscientização e proteção aos animais, ao meio ambiente e no amparo de animais abandonados ou vítimas de maus tratos.

Buscando, acima de tudo, inseri-los em um novo lar.

Cães

Atualmente estamos com aproximadamente 200 cães em nosso abrigo.

Gatos

Atualmente estamos com aproximadamente 120 gatos em nosso abrigo.

Adoção

Planejamento e reflexão:

  • O compromisso com o animal é para toda a vida do mesmo (10 – 20 anos).

  • Animais de estimação não são brinquedos.

  • Os mesmos exigem tempo e dedicação, inclusive financeira com despesas regulares (ração, vacinação, vermifugação, etc…) e eventuais (doenças).

Após, caso persista na nobre decisão, siga o seguinte fluxo:

  1. Leitura da proposta de Adoção Responsável;

  2. Visita previamente agendada ao abrigo (preferencialmente aos sábados à tarde);

  3. Preenchimento da Ficha de Cadastro;

  4. Visita de um voluntário da AVA e vistoria do local onde o animal será criado;

  5. Apenas após aprovada a vistoria você recebe a posse do animal.

Além disso, atentar para:

  • Preferencialmente o local de moradia do interessado deve ser em Cuiabá/Várzea Grande para permitir a visita de inspeção.

  • É necessário ter no mínimo 18 anos para ser responsável legal pela adoção.

  • Todos os animais serão doados castrados, vacinados e vermifugados.

A burocracia é necessária para atendermos as legislações vigentes em relação a posse do animal, bem como resguardar os mesmos de pessoas mau intencionadas.

Visite-nos

Denúncias

O AVA-MT, entidade sem fins lucrativos e com uma estrutura limitada, não reúne condições para dar seguimento aos inúmeros casos de denúncia que chegam, o que implicaria em investigar, arcar com os custos e supervisionar todo o processo.

Mas, com as devidas orientações, cada um de nós pode fazer muito. Saiba como agir:

1º) Investigue

Antes de qualquer atitude, certifique-se de que se trata de um caso de maus tratos (conheça as leis em vigor, abaixo). Colha evidências, testemunhos que comprovem a situação. Sempre que possível, procure conversar com o agressor, salientando que os animais são protegidos por leis. Aja de maneira educada mas objetiva. Tenha em mente que a finalidade é o bem estar do animal.


2º) Denuncie

Pela Constituição de 1998, os animais são tutelados pelo Estado, ao qual cabe a funçao de protegê-los. Os atos de abuso e de maus-tratos configuram crime ambiental e devem ser comunicados à polícia, que registrará a ocorrência, instaurando inquérito.
A autoridade policial está obrigada a proceder a investigação de fatos que, em tese, configuram crime ambiental.

Como denunciar:

Toda pessoa que testemunhe atentados contra animais pode e DEVE comparecer a delegacia mais próxima e lavrar um Termo Circunstanciado, espécie de Boletim de Ocorrência (BO), citando o artigo 32 da Lei Federal de Crimes Ambientais 9.605/98, “Praticar ato de abuso e maus-tratos à animais domésticos ou domesticados, silvestres, nativos ou exóticos “.

Caso haja recusa do delegado, cite o artigo 319 do Código Penal, que prevê crime de prevaricação: receber notícia de crime e recusar-se a cumpri-la.

Denúncias por telefone, podem ser feitas pelo “Disque Denúncia”:

CENTRO-OESTE
MT – 197


Se houver demora ou omissão, entre em contato com o Ministério Publico ESTADUAL – Procuradoria de Meio Ambiente e Minorias. Envie uma carta registrada descrevendo a situação do animal, o Distrito Policial e o nome do delegado que o atendeu. Você também pode enviar fax ou ir pessoalmente ao MP. Não é necessário advogado.

Caso o agressor seja indiciado ele perderá a condição de réu primário, isto é, terá sua “ficha suja”. O atestado de antecedentes criminais também é usado como documento para ingresso em cargo público e empresas, que exigem saber do passado do interessado na vaga, poderão recusar o candidato à vaga, na evidência de um ato criminoso.

TELEFONE DA DELEGACIA DO MEIO AMBIENTE – DEMA: (65) 3314-5808/ 3314-5809/ 3314-5810
TELEFONE DO JUIZADO ESPECIAL VOLANTE AMBIENTAL – JUVAM: (65) 3642-4064 

TELEFONE DO DISQUE DENÚNCIA BEM-ESTAR ANIMAL (APENAS CUIABÁ): 0800 647 7755

Legislação

Para você aprender um pouco:

1) Legislação relativa a AVA:
Lei Municipal N° 4.515/2003, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2003 – Declara a AVA como entidade de utilidade pública.

Lei Estadual Nº 8.646, DE 11 DE ABRIL DE 2007 – D.O. 11.04.07 – Declara a AVA como entidade de utilidade pública.


2) Legislação relativa a proteção animal:
​Lei Federal Nº 9.605, DE 12 DE FEVEREIRO DE 1998 – Lei dos Crime Ambientais

Como nos ajudar:

Como contribuir

Temos muitas despesas e custos diários e precisamos muito de ajuda!

As contribuições para a manutenção das diversas atividades do abrigo:

Existem várias formas de nos ajudar:

1) Depósito em conta bancária:

Banco do Brasil (001)

Agência: 8687-8

Conta Corrente: 36000-7

CNPJ: 05.803.633/0001-51 – Associação Matogrossense Voz Animal)

2) Indicar a AVA como instituição beneficiária no NOTA MT:

É simples e fácil, basta baixar e instalar o aplicativo NOTA MT em seu celular e no cadastro indicar a AVA, depois não esqueça de exigir o CPF em notas de compras realizadas no estado.

3) Voluntariado:

Caso você tenha disponibilidade de tempo, e realmente goste de animais, você pode nos ajudar nas campanhas e mesmo nas tarefas extras no abrigo (vacinação, tosa, banhos, passeios) ou mesmo nas campanhas. Entre em contato e aguarde nosso retorno, Lembrete: não dispomos de ajuda financeira ou transporte próprio aos voluntários.

Toda e qualquer ajuda será bem-vinda. Agradecemos por cada centavo, em nome dos peludos!

TODOS OS CENTAVOS FAZEM A DIFERENÇA!